03/02/2017

Feitas para reinar


Nós mulheres somos ensinadas de uma forma diferente desde pequenas e esse blá blá blá todo mundo já ouviu, sociedade patriarcal e por isso até mesmo machista. Muitas mulheres ao longo da história lutaram pelos direitos iguais independente do gênero, e agradeço muito a cada uma que se sacrificou para que hoje tivéssemos o direito de votar, dirigir, estudar entre outras coisas tão simples do qual as mulheres eram privadas, pelo simples fato de serem mulheres. Acredito que toda essa repreensão, discriminação que sofríamos e ainda sofremos, sendo tratadas como o "sexo frágil", objeto de decoração, objeto sexual e etc, fez com que uma parte de nós não desejasse mais ser mulher. Quando adolescentes todos acham o máximo aquela menina que é "mais macho", fala palavrão, não anda arrumadinha, faz coisas que julgam ser de meninos, é como se ser mulher não fosse algo digno de se assumir, até porque a mulher que passa maquiagem, anda em cima de salto e está sempre com o cabelo feito é tratada como fútil, quando na verdade ela pode ser tudo isso e ainda ser muito inteligente, ser diretora de negócios ou que ela quiser ser.

Nas igrejas foi criado uma sociedade patriarcal, devido toda a história dos judeus onde mulheres eram posses dos seus pais e depois dos seus maridos, deixando mulheres de lado sendo que se você percorrer toda a Bíblia tiveram muitas mulheres dignas de exemplos tanto para mulheres como para homens, em Provérbios Salomão, que é o homem mais sábio já visto, menciona no capítulo 31 a exortação de sua mãe de como os reis devem agir (conseguem entender a dimensão disso, ainda mais naquelas época em que mulheres não eram nem um pouco valorizadas), e nos versículos 10 ao 31 mostra que podemos ser o que quisermos, podemos cuidar dos negócios da família, cuidar da família e ainda nos cuidarmos, nós podemos, Deus nos fez assim, fortes, capazes, chamadas de Princesas, nascidas para reinar. 
"Débora, uma profetisa, mulher de Lapidote, liderava Israel naquela época."
(Juízes 4;4)
Débora é apenas um dos exemplos de mulheres que Deus chamou, e se você ler a passagem completa verá que os israelitas a procuravam para resolver suas questões e até mesmo questões de guerras, era ela quem liderava Israel, além de juíza ela era rainha.
Entendam que Deus não nos chamou para sermos iguais aos homens, não nos chamou para liderar como eles, aconselhar como homem ou agir como eles, nosso Pai e Rei nos chamou para sermos Princesas, e não é para ficarmos sentadas esperando o Príncipe encantado, mas sim para liderarmos como Princesas, sermos gentis como Princesas. Deus fez homem e mulher e em cada um colocou algo de especial, uma essência, e não foi à toa que nos deu a feminilidade, delicadeza, a forma diferente de agir e de pensar, não nos fez para sermos inferiores, nos fez para sermos embaixadoras do reino dEle.

Termino com uma oração maravilhosa que ouvi Kris Vallotton fazendo: "Nós não queremos que você seja igual a um homem, nem que lidere como um homem, queremos que você seja uma Matriarca, uma rainha." E é isso que Deus quer também, porque foi para isso que Ele nos formou diferente do homem. Não percam essa essência maravilhosa que existe dentro de cada uma, não percam o orgulho de ser mulher, de ser feminina, e não deixe que ninguém lhe diga o contrário porque você é a filha do Rei dos reis.

Essas duas ministrações do Kris Vallotton são maravilhosas, e se você se acha inferior, acha que a Bíblia é machista, ou que Deus não ama as mulheres, você precisa ouvir (mesmo se você não acha isso vale a pena hehe).






Beju.

Nenhum comentário:

Postar um comentário