14/02/2017

A verdadeira história


Aconteceu um bafafa na empresa em um turno diferente do meu, e por onde andasse você podia ouvir uma versão da história, cada um tinha um jeito de contar, não que talvez o fizessem por mal, mas foi a forma que ouviram e como toda fofoca a cada "boca" que passa algum pequeno detalhe ou palavra é tirada, acrescentada ou mudada de significado.
Isso me fez pensar nas várias versões em que ouvimos e é pregado o evangelho de Cristo, alguns trazem um Deus carrasco em que você deve servir por medo de ir pro inferno ou do castigo terreno mesmo, um Deus que colocou fulano no leito de hospital, que deixou o outro pobre entre tantas outras atrocidades que dizem ter sido a "mão pesada de Deus" sobre a vida de quem desobedece. Esquecem que todos nós somos pecadores e indignos da graça do Pai, mas que mesmo assim Ele nos ama e nos perdoa diariamente se nos arrependermos dos nossos maus caminhos.
Outros já pregam um "Deus good vibes", que tudo pode, que não precisa de entrega, nem de repreensão que sempre que precisarmos de um 'favorzinho' Ele vai nos atender porque somos pessoas boas e merecemos que o Universo conspire a nosso favor.
O evangelho não é um nem outro, é muito mais que pedirmos tudo e não darmos nada, é mais do que um castigo merecido, a bíblia diz que Jesus veio para amar e ser juiz, o que acontece pela graça de Deus, Ele nos ama e por isso nos repreende em amor, não para que sejamos castigados, mas que nos tornemos cada dia mais parecido com Ele e assim possamos alcançar a vida eterna.
Assim como as fofocas devem ser deixadas de lado e devemos ir na fonte onde realmente aconteceu a verdadeira história também devemos buscar a real história do evangelho de Cristo que é na Bíblia, é dela que procede todo entendimento e sabedoria, Deus nos deixou um manual completo de como devemos ser para alcançar a vida eterna. Não devemos nos basear nas versões que os outros descrevem Jesus e sim buscar na fonte que é a Bíblia e com auxílio do Espirito Santo entenderemos o real propósito de Deus em nossa vida.

Beeju.

Nenhum comentário:

Postar um comentário